AS AVENTURAS DE MÁRIO SAMURAI

March 27, 2019

Acompanharemos a trajetória de Mário Samurai, atleta determinado a fazer 100 lutas pelo Brasil em 2019, com o seu começo acontecendo no 2º OPEN Jaguariúna JIU-JITSU e 1º OPEN Jaguariúna, NOGI (Jiu-Jitsu sem kimono), no Evento realizado no dia 20 de janeiro no Espaço Azulão em Jaguariúna.

 

Quem é Mário e como será essa conquista?

Mário Henrique Barretos de Oliveira conta que vive em Valparaiso de Goiás, no entorno de Brasília e que começou sua trajetória dentro da luta com nove anos de idade, dizendo: “eu era uma criança muito atentada e meu pai me colocou no Karatê pra ver se eu melhorava. Eu comecei minha trajetória nas artes marciais com o Karatê e com doze anos, em um projeto que era perto de minha escola, iniciei o Judô também, praticando essas duas artes marciais até os dezoito anos de idade. Nesse tempo migrei para o Taekwondo, praticando então Taekwondo, Hapkido e MuayThai, quando fiz essa tatuagem de Hapkido no braço. Eu fiquei nesse processo de 2005 a 2012, foram sete anos nessas três lutas”. Competiu muito no Taekwondo e no MuayThai, participando do brasileiro e do mundial na Tailândia, representando o Brasil, assim como, na Argentina, com o terceiro lugar no Campeonato de MuayThai sul-americano. Foi quando migrou para o MMA.

Nessa oportunidade conheceu o mestre Marcelo Tigre, muito famoso nas artes marciais mistas, que na época era o Vale Tudo. Treinando com Marcelo, ganhou dois títulos brasileiros, um da Liga Brasileira de MMA e outro do Extreme Fight. “Mas mesmo assim eu não estava evoluindo dentro da luta, eu fiquei um ano que eu não conseguia muita luta, fui ficando meio triste e resolvi fazer essa empreitada pra mudar, pra ver se eu conseguia algo diferente, e eu acho que vou conseguir”.

Mário Samurai tem como meta realizar 100 lutas pelo Brasil em 2019, disse: “Não preciso ganhar, mas sim fazer as 100 lutas”. Iniciou seu plano saindo de Valparaiso, entorno de Brasília, para Jaguariúna em São Paulo. Porquê Jaguariúna? Foi questionado. Disse que faz tempo que é cadastrado no Sou Competidor. Afirmou que não compete Jiu-Jitsu regularmente e que realizou somente duas lutas em um único campeonato, mesmo assim, a meta de 100 lutas pelo Brasil nesse ano será possível com as competições de Jiu-Jitsu que são apresentadas pelo Sou Competidor toda semana. O primeiro campeonato que se apresentou viável, com a possibilidade de vir foi o de Jaguariúna, “eu vim de bicicleta de Valparaiso, queria fazer uma viagem longa, que eu pudesse refletir sozinho, ficar comigo mesmo. Peguei a bicicleta e vim, levei doze dias de Valparaiso até aqui para competir no dia 20 de janeiro, vou competir com kimono, sem kimono e no absoluto”.

Mário é faixa azul no Jiu-Jitsu, marrom no Karatê, laranja no Judô, preta no MuayThae, preta no Taekwondo e vermelha no Hapkido. No treinamento que teve com o mestre Marcelo tem azul como equivalente no MMA, realizando 17 lutas, com 11 vitórias.

Como foi treinar aqui em Jaguariúna?

“Foi ótimo, eu cheguei na Alliance Jaguariúna procurando uma academia pra treinar. Já gostei porque quando cheguei tinha 11 vezes Campeã Mundial, fiquei feliz porque é um pessoal com bastante experiência e fui muito bem recebido. O Professor de Taekwondo, José Olímpio, me chamou pra treinar.Foi ele quem primeiro me ajudou muito e me chamou para os treinos, mas todo mundo me recebeu muito bem. Em Jaguariúna tive uma ótima recepção. Eu acredito, é uma questão de crença que quando você faz uma coisa boa com objetivo bom, todas as pessoas vão te ajudar, porque o Universo conspira a favor”.

Acampou em Jaguariúna, pois se propôs a sair de casa sem nenhum real e seguir o caminho de bicicleta trazendo pulseirinhas pra vender e papel pra fazer desenho, pois faz desenho realista. “Todo o dinheiro da alimentação e dos campeonatos, exceto esse que eu paguei antes de sair, eu vou conseguir a partir do trabalho, do desenho que faço e venda das pulseiras e outras coisas que eu vou conseguindo fazer. Até agora não tive dificuldade nenhuma, foi muito bom, todo mundo me ajudou. Vim acampando nos postos de gasolina e seguindo, aqui em Jaguariúna fiquei na Praça do coreto, do Cidão”.

Mário treinou na Alliance Jaguariúna Jiu-Jitsu com o Sensei Arlindo Baião Junior, em todas as turmas durante duas semanas antes do campeonato e Taekwondo, com o Professor José Olímpio, enriquecendo as aulas com o seu conhecimento sobre as artes marciais e com a sua companhia e determinação.

Mário Samurai realizou seis lutas no Open Jaguariúna em 20 de janeiro de 2019, duas no Jiu-Jitsu, duas no NO-GI e duas no absoluto, conquistando três vitórias.

Seguiu para as Minas Gerais, e no 1º. Monte Sião Cup BJJ, no dia 03 de fevereiro fez mais duas lutas, sem vitória. Terminou essa primeira jornada em Mogi Guaçu, ainda em fevereiro, com duas lutas e duas vitórias. A notícia mais recente que se tem é a sua participação no campeonato em Anápolis, ainda em março.

Mário Samurai fez nessa primeira etapa dez lutas, nesse começo do caminho traçado, viajando pelo Brasil, lutando até completar 100 lutas em 2019. Iremos, na medida do possível, noticiando Mário em suas conquistas.

Muito bom Mário, a Alliance Jaguariúna agradece e espera você para a celebração das 100 lutas, te acompanhando nessa trajetória. Um bom caminho é o que desejamos para você!

 

 

Espaço Alliance no VidAtiva – Movimento e Bem-estar

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Davi Guilherme Silva conquista o vice campeonato do Grand Slam 2020 de Taekondo

February 11, 2020

1/10
Please reload

Posts Recentes

October 29, 2019

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

CONTATO

ESCREVA-ME OU CHAME-ME SE TIVER MAIS PERGUNTAS
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle

©2017 ALLIANCE JAGUARIÚNA. PRODUZIDO POR GALATIUM